quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

NOTÍCIAS DE LÍMBIA: UM HOMEM PRESTATIVO



"O Passado me condena, eternamente. Eu, apenas Eu, sou culpado. Todos os outros, todo o resto, são vítimas das circunstâncias criadas por mim..."

Um homem honestamente prestativo... Talvez excessivamente prestativo. O excesso contém a honestidade de revelar seu contrário, no caso, um egoísmo narcísico monumental.
Ele acolhe, ajuda, dá a mão, faz caridade... Movimentos que tentam provar à todo o custo - muito custo -, que no fundo, ele presta.
Ele precisa prestar, para aliviar as Fúrias, a culpa acusatória de ter arruinado a vida de um punhado de gente. Fantasia terrorífica que lhe tira o sono constantemente - tudo muito custoso.

Um homem elegante, charmoso, extremamente ativo. Sempre a correr de um lado para o outro, sempre sem tempo, esquecido para esquecer a culpa. Com mãe problemática e pai morno em excesso, a atividade demonstra que, afinal, ele é diferente... Ele presta.

Presta-Atividade, eis a lógica que cria a logística de sua vida... Tudo muito custoso.

De certo modo, ele precisa - uma necessidade que sustenta sua identidade - acreditar... Acreditar que, no passado, arruinou a vida de muita gente. Precisa apressar-se a consertar esse não sei o quê...

"Eu preciso ser culpado, entende... Preciso que você autorize minha maldição, me julgue e me condene por aquilo que acredito..."

Um problema sério este, pois não estou ali para isso...


*DADOS CARTOGRÁFICOS: Límbia é Real sem existir em lugar algum. Faz-se justiça ao cartógrafo Fabio Herrmann que a define: “Isto é Límbia, terra da ficção verdadeira. Límbia não foi inventada. É a própria invenção.” HERRMANN, F. (2002) A Infância de Adão e Outras Ficções Freudianas. Casa do Psicólogo: São Paulo (p.34).

Nenhum comentário:

Postar um comentário