sexta-feira, 11 de março de 2011

NOTÍCIAS DE LÍMBIA: AQUI MAMÃE NÃO PODE ENTRAR!!!


Estranho... Muito estranho... Hoje acordei estranho.

Algo parecia estar fora do lugar... Não havia lugar onde me sentisse comodamente aquilo que EU era ontem.

O Mundo mudou. A padaria mudou. O leite mudou.

Onde fui parar EU, o de ontem?!?



Muito Estranho...



Como pude esquecer-me de convidar minha mãe?!?

Inadmissível... Que falha... LAPSO... O ESTRANHO.



Aqui mamãe não pode mais entrar. Mamãe não pode mais ouvir certas idéias que me povoam. Mamãe e Sexo não combinam (se é que combinaram algum dia).

Não sei mais o que estou falando...

Mamãe a gente ama, não é?!? Mamãe a gente TEM que amar!!!

AMOR... O que é o AMOR?!? PAIXÃO & AMOR!!!

Talvez, o AMOR seja a PAIXÃO sublimada – tremendo esforço civilizatório.



Talvez, realmente seja possível EU estar amadurecendo!!!

Aqui mamãe não pode entrar.

Aqui mamãe não pode MAIS entrar.



(despedindo-se, um leve sorriso de satisfação comunica: até a próxima... e o aperto de mãos fica ligeiramente mais forte)



*DADOS CARTOGRÁFICOS: Límbia é Real sem existir em lugar algum. Faz-se justiça ao cartógrafo Fabio Herrmann que a define: “Isto é Límbia, terra da ficção verdadeira. Límbia não foi inventada. É a própria invenção.” HERRMANN, F. (2002) A Infância de Adão e Outras Ficções Freudianas. Casa do Psicólogo: São Paulo (p.34)

2 comentários:

  1. Tocada Marcos... Afetada!

    Como trabalhas bem as palavras com as emoções: turbilhões!

    Mas estou aqui boquiaberta admirada! E confesso meio tonta até... Uma certa inveja rs

    O eu-ontem ainda me inferniza!

    Beijocas-reflexivas (Vou reler e reler rs)

    ResponderExcluir
  2. adorei o texto! e que turbilhão...

    ResponderExcluir